Com objetivo de comprovar a qualidade das cultivares de forrageiras, em 2012 a PGW Sementes firmou o acordo de avaliação das cultivares com a Fundação ABC, reconhecida instituição de pesquisa do Estado do Paraná. A PGW Sementes enviou cinco cultivares de Azevéns (Lolium multiflorum) para avaliação, KLM 138, Winter Star, INIA Titan, INIA Bakarat, além do LE 284. As nossas cultivares foram avaliadas em condições semelhantes aos de outros materiais, algumas delas ainda não registradas no Brasil, e entre todas cultivares destacaram-se como as mais produtivas o Winter Star e o KLM 138, como pode ser observado no gráfico abaixo.

No segundo gráfico é possível observar o comportamento das cultivares ao longo do tempo, a cultivar KLM 138 demonstrou ser a mais tardia, e em outra avaliação também foi estimado como a aquela que resulta em maior produção de leite por hectare, devido à sua alta produção de forragem e elevada qualidade nutricional.

Em uma segunda localidade, no município de Arapoti, Estado do Paraná, as condições climáticas não foram as mais favoráveis, houve deficiência hídrica e temperaturas elevadas. Nestas condições de estresse, as plantas de azevéns tendem encurtar o seu ciclo vegetativo, ao entrar na fase reprodutiva mais cedo, emitindo inflorescências o queprejudica a qualidade bromatólogica da forragem, uma vez que a forragem produzida neste período tente a ter maior teor de fibra, menor digestibilidade, menos nutrientes e proteínas disponíveis. Apesar deste fato, as cultivares da PGW Sementes Winter Star e KLM 138 se destacaram quando comparadas com as concorrentes.

Dia de campo novas cultivares Agroleite Castrolanda 2012.

Com estes resultados a equipe PGW Sementes fica ainda mais confiante no seu trabalho e sabemos, com base de informações de campos de produção, que as nossas cultivares podem gerar resultados ainda melhores. Em diversas localidades já foram observados azevéns produzindo muito além de novembro, o KLM 138, por exemplo, pode produzir no mês de Janeiro como pode ser observado nas avaliações das EPAGRI ilustrada nos dois gráficos a seguir. Ainda existem melhores resultados quando utilizadas tecnologias como a irrigação ou a consorciações de azevéns com trevos.

É importante deixar claro que a genética das cultivares não fará o serviço sozinha. Para obter os melhores resultados, os produtores devem realizar o plantio direto, a calagem e a fertilização dos solos, assim como manejar corretamente o pastejo.

A seguir alguns dados climáticos do local do ensaio.

Mais informações das cultivares de azevém clique aqui.

Autor: Eng. Agr. Rubens Cherubini Alves.